sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Sorteio Dia das Crianças + Danoninho Dino Letras.

Eu já falei aqui em outros posts a delicia que é o Danoninho, a Cecília adora desde pequenininha e eu confesso que eu também!

E olha que legal, mais uma parceria do blog com o pessoal do Danoninho...
Para o dia das crianças sortearemos uma mochila da Danoninho para um de nossos leitores tão fofinhos.

Sobre o Danoninho Dino Letras:


CRIANÇAS EM IDADE PRÉ-ESCOLAR GANHAM MAIS DIVERSÃO COM DINOLETRAS

Ação é uma oportunidade para as crianças conhecerem as letras do alfabeto brincando

Danoninho lança as Dinoletras, uma iniciativa inédita com o objetivo de incentivar momentos educativos mais divertidos e gostosos para as famílias brasileiras, principalmente as que têm crianças em fase de alfabetização. Disponível a partir de julho, as bandejas de 360 gramas sabor Morango, com oito potes de Danoninho, trazem encartado um envelope com dois cards magnéticos ilustrados com letras coloridas e o mascote da marca, o Dino. Os cards são certificados de acordo com as normas do INMETRO.

O conceito Dinoletras é um sucesso em diversos países. No Brasil, a promoção reforça a preocupação da marca em oferecer um produto alinhado com as necessidades nutricionais e educacionais das crianças brasileiras. “Danoninho é uma marca que tem importante missão no desenvolvimento infantil saudável. A Danone utilizou os resultados do estudo Nutri-Brasil Infância para adequar os nutrientes na fórmula do produto de acordo com as carências alimentares das crianças brasileiras”, destaca Rodrigo Chaimovich, gerente de Marketing da Danone. Além de entregar um produto nutricionalmente balanceado, Danoninho estimula o aprendizado infantil, conceito já apresentado recentemente no lançamento de Danoninho para Plantar, que incentiva a educação ecológica.

É IMPORTANTE INCENTIVAR A ALFABETIZAÇÃO DE MANEIRA DIVERTIDA E SEM ANSIEDADE

Você já parou para pensar que os jogos e as brincadeiras têm grande importância para o desenvolvimento das crianças?
Brincar é gostoso, dá prazer e desenvolve o potencial intelectual e afetivo da criança

O desenvolvimento da criança é tema complexo; em cada etapa da aprendizagem ela apresenta características diferentes. No processo de alfabetização, a escola e a família desempenham um papel fundamental. Para se ter uma boa qualidade de ensino, os educadores buscam constantemente aperfeiçoar sua prática profissional por meio de treinamentos cada vez mais adequados às necessidades de aprendizagem das crianças.

E qual é o papel da família nesse processo tão determinante para as crianças? Os pais podem – e devem – participar desse momento tão especial na vida dos filhos. Afinal, eles começam a pensar na escrita e construir conhecimento sobre ela muito antes de ingressar no ensino fundamental.

Na vida da criança, as letras e os números estão sempre presentes. Ela observa as embalagens dos alimentos e produtos em casa, ela folheia revistas, ela vê as placas e cartazes nas ruas, nas lojas, enfim, ela se depara com letras em todos os lugares.


A educadora sugere algumas dicas para os pais estimularem o processo de alfabetização das crianças:

· Ofereça livros para os bebês e mantenha esse hábito com publicações recomendadas para a idade da criança.
· Inclua livrarias e bibliotecas nos passeios da família.
· Existem livrarias que, nos finais de semana, promovem atividades de “contação” de histórias e teatro para as crianças e seus pais. Não só divertem a criança como também dão ideias aos pais para contarem histórias de outras formas.
· Mantenha em local acessível papel, lápis de cor ou giz de cera para a diversão das crianças.
· Folheie livros, revistas e jornais na presença de seu filho/a e compartilhe com ele/a esses momentos.
· Convide seu filho/a para conversar na cozinha, enquanto prepara o almoço, e peça à criança para pegar os alimentos de que você precisa: “Pegue a lata de rótulo verde que comece com a letra M”, por exemplo.
· Conte histórias para a criança. E peça para ela também contar histórias, manuseando livros e revistas.
· Leia em voz alta e passe o dedo das crianças nas palavras.
· Escreva bilhetes em letra bastão para as crianças.
· Monte um quadro/cartaz com as “tarefas do dia”: acordar, lavar o rosto e as mãos, escovar os dentes, tomar café etc.
· Ter um quadro magnético com letrinhas é muito estimulante para a criança ir construindo palavras e frases. Ela pode mudar as letras de lugar, conforme vai conversando com alguém alfabetizado, até chegar à forma convencional da palavra.
· Peça ajuda à criança na hora de escrever bilhetes simples e até a lista de supermercado.
· Coloque avisos pela casa, por exemplo: “Não deixe a torneira pingando depois de lavar as mãos”, “Apague a luz quando sair do quarto”, “Não deixe a televisão ligada, quando acabar de ver seu desenho animado”.

Essas sugestões requerem alguns cuidados:
· Não exija perfeição na escrita ou na leitura de seu filho. Errar faz parte do processo de construção do conhecimento.
· Letras bastão são indicadas para a alfabetização de crianças, pois elas as veem em vários lugares.
· Utilize letras impressas – cartonadas, de PVC ou magnéticas – para estimular o aprendizado infantil.
· Faça de cada um desses momentos de interação divertidos e prazerosos para toda a família.
· As atividades devem ser prazerosas, não devem ser forçadas.
· Devemos estimular na criança o hábito da leitura, mas, se isso não for feito de forma agradável, há grande chance de a criança não criar esse hábito e encarar a leitura como tarefa “obrigatória” e maçante.


O Estudo Nutri-Brasil Infância acompanhou 3.111 crianças na fase pré-escolar (2 a 6 anos), em escolas e creches das redes pública e privada de oito estados brasileiros (Amazonas, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Mato Grosso, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul) e do Distrito Federal.

O estudo científico inédito no País detectou que muitas crianças ingerem quantidades inadequadas de alguns nutrientes fundamentais para o desenvolvimento e o crescimento, como, por exemplo, o cálcio e as vitaminas D e E. No caso do cálcio, há carência na ingestão diária do mineral, especialmente na fase posterior aos 3 anos de idade.

Para mais informações sobre o estudo, acesse o site www.danoninho.com.br/nutribrasil.


Sobre a Danone
O grupo francês Danone é líder mundial de produtos lácteos frescos. Presente em mais de 120 países, conta com mais de 80 mil colaboradores e é o terceiro maior grupo alimentício da Europa e o sétimo maior fabricante de alimentos do mundo – o primeiro em países como França, Espanha e Itália. O Grupo Danone começou a fazer história no Brasil em 1970. Do lançamento do primeiro iogurte com polpa de frutas – que revolucionou hábitos de consumo – à variedade de opções de produtos lácteos frescos dos dias de hoje, a marca Danone conquistou o paladar dos brasileiros e transformou-se em sinônimo não só de iogurte mas também de saúde e nutrição.

SAC da Danone: 0800 7017561

O prêmio é uma mochila igual a essa que a super top model Cecília esta mostrando praticamente de cabeça pra baixo "do tanto que ela gosta da mochila".


Vamos as regras do sorteio:
- Dar uma sugestão para estimular o desenvolvimento educativo para a criança, unindo pais e filhos.
- Ser seguidora do blog.
- Cada seguidora pode comentar apenas UMA vez no post com NOME, CIDADE e E-MAIL ou TWITTER.
- Residir no Brasil.
- O sorteio será dia 08/10/2010, feito pelo Random.Org 
- O prêmio será enviado pela Naísa da Ketchum.

Boa sorte.
Beijos
 
Mamãe Tenikey e bebê Cecília.  

9 comentários:

Lê - Dilemas de uma mãe sem manual! disse...

Sugiro um bingo de letras! O bingo sera identico ao de números, só que com as letras, a criança pode visualizá-las e manuseá-las, facilitando assim a familizarização da criança com as mesmas! Pais e filhos podem brincar e se divertir bastante!

Me chamo Ana Letícia Castro
Sou de Juiz de Fora - MG
Meu e-mail é lelucastro@hotmail.com
Sou seguidora do blog!
Meu blog é www.dilemasdeumamaesemmanual.blogspot.com
Queremos ganhar a mochilaaaaa!

Mariza disse...

Sugiro um ditado mudo para crianças que já escrevem, os pais mostram um objeto e a criança escreve o nome, do seu jeito.
Mariza Araújo Bezerra
Salvador-Ba
email: mariza_araujo7@hotmail.com
Twitter: @marizabatista
Blog: http://www.cantinhodoreiarthur.blogspot.com
Quero muitoooooooooo essa mochila!!!

Anônimo disse...

Fabiola Batista
São José dos Campos/SP
fabiola.batista@ig.com.br

Ler para e com a criança ainda é o melhor caminho para um desenvolvimento completo intelectual e emocional para qualquer um de nós, eu sou exemplo disso porque tenho duas filhas e leio pra elas desde que estavam na minha barriga e sempre compramos juntas os livrinhos, elas preferiam eles ao invés de brinquedos por muitas vezes e hoje elas pegaram o gosto pela leitura e leem pra mim.

Vanessa e Enzo disse...

Como tenho um pequeno bem pequeno em casa comecei o estímulo com o primeiro livrinho pois acho que assim ele já vai captar a idéia de que livros - e a leitura - é bem divertido!
Vanessa Ardisson
vardisson@gmail.com
Rio de Janeiro - RJ

Anônimo disse...

A minha sugestão é bem simples é a que uso com a minha filha de 1 ano e 8 meses um livro simples com apenas uma figura e com o nome, ela ainda não sabe ler claro né, mas estimulamos ela por dizer o que é assim ela já sabe o nome de várias coisas.

Milena Almeida
Campinas -sp
gu.mi@hotmail.com

Tuka Siqueira - Ktralhas disse...

Nós brincamos de desenhar coisas simples, casinha, flor, coração... mamãe desenha e as filhas "enfeitam" o desenho. Também adoram quando faço o contorno das mãozinhas no papel, depois inventamos histórias sobre os desenhos e mamãe vai colocando as letrinhas dos nomes das coisas e do nome das crianças. Elas adoram essa brincadeira!

Tuka Siqueira
Cachoeira do Sul/RS
ktralhas@gmail.com
@TukaSiqueira

Ana disse...

A dica dos livrinhos já foi dada por aqui, então aí vai minha adaptação:

contar histórias para a criança, sem a ajuda de livros, também é muito prazeroso. Dividir com a criança histórias da nossa infância, contar histórias da família, ou inventar histórias com personagens que a criança goste, como fadas, princesas, dragões e dinossauros, é um belo exercício de criatividade que também encanta as crianças, e contribui com o desenvolvimento da criança.


Ana Paula
apfabretti.ana@gmail.com

@thalilopes disse...

AMEI A MOCHILINHA, MUITO FOFA.

Ler e escutar esttórinhas infantis, eu tenho TODOS os meus livros até hoje e lembro com carinho das letras e contos que tenho, quando a minha fofinha chegar vou querer estimular e fazer o que mminha mamãe fazia comigo.
Nome: Thalita Lopes
Cidade: Salvador-Ba
email: thalilopes@gmail.com
Twitter: @thalilopes
Blog: http://anseios.wordpress.com

♥♥ Thata ♥♥ disse...

Ahhh, agora eu comento pq quando eu vim aqui não tinha nenhum comentário... e o numero 1 nunca ganha, hehehee

Bjs
Thata
semfirulas@gmail.com